Participação no II Encontro de Bioética

 

Carlos Costa Gomes, docente e investigador do Instituto de Bioética, participou no II Encontro de Bioética organizado pela Associação Nacional de Estudantes de Biologia (ANEBio) em conjunto com o Núcleo de Estudantes de Biologia da UTAD (NEBUTAD), que decorreu em Vila Real, com a comunicação "Eutanásia – morte a pedido, morte assistida".

“Quem estiver atento ao debate que se vai fazendo em Portugal sobre esta temática, tão sensível, vai perceber que os defensores do manifesto “Morrer com Dignidade” afirmam que os opositores a este – morte assistida (eutanásia e suicídio assistido) – são defensores de um Estado minimamente laico, cativo de convicções religiosas. No entanto, inversamente, a posição pela despenalização não está livre das mesmas considerações, na medida em que se apresenta como razão iluminada, sem sacralizações e sem conservadorismos. Diríamos que a atitude dogmática não é só a confessional ou religiosa, é também esta postura piedosa de autoridade moral com que se apresentam os argumentos pelo direito à morte.” (Cf. Walter Osswald; José Jara)